Ron Mueck chega ao Brasil

9 de março de 2014

Elas são feitas de fibra de vidro, resina e silicone. Mas se chegarmos bem de pertinho, podemos ter a impressão de que respiram. Assim são as esculturas do artista australiano Ron Mueck, que estão expostas até o dia 1 de junho no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM).

O artista iniciou sua carreira em 1979 quando operava marionetes em um programa de tevê australiana. No cinema, também caracterizou alguns personagens de “Labirinto” (1986), com David Bowie.

Mueck passou a ser reconhecido em 1997 quando, em uma mostra, retratou o próprio pai morto em “Dead dad”. Suas obras precisam ser analisadas em 360º. Elas possuem um mistério escondido. São olhares perdidos, segredos e uma tensão notória além da pele enrugada, varizes, cabelos e pelos. Olhe de perto e escute em silêncio a respiração.

No vídeo acima, você pode ver o making of que a Fundação Cartier preparou durante a exposição em Paris. É a mesma mostra que está no MAM e que tem atraído milhares de visitantes. Nos fins de semana as filas tem sido gigantescas e a espera em torno de 2 horas e meia, mas durante a semana tem sido mais rápida. Independentemente do tempo que possa levar, não deixem de ir. É imperdível! (M.A.)

Foto: Marcos Araújo
Foto: Marcos Araújo
Foto
Foto: Marcos Araújo
Foto: Marcos Araújo
Foto: Marcos Araújo


Deixar uma Resposta